Na Paraíba, a dor de um animal emocionou pessoas no mundo todo.

980x 2 - O último adeus de um cavalo ao seu falecido dono emocionou pessoas no mundo todo

Wagner Figueiredo de Lima, de 34 anos, possuía uma relação de amor e fidelidade com seu cavalo de nome Sereno. Eram amigos inseparáveis e se amavam demais. Infelizmente, Wagner veio a falecer precocemente, não resistindo aos ferimentos decorrentes de um acidente de carro.

No dia do enterro, Wando, irmão de Wagner, achou melhor levar Sereno para se despedir de seu dono amado. Ao se aproximar do caixão, o cavalo passou a relinchar, cheirando e rodeando o veículo fúnebre. Em dado momento, encostou-se junto ao caixão, exprimindo toda dor que sentia naquela triste despedida.

980x 3 2 - O último adeus de um cavalo ao seu falecido dono emocionou pessoas no mundo todo

Sereno ainda acompanhou o cortejo até o cemitério, relinchando constantemente. Todos os presentes se emocionaram com aquela expressão dolorida de amor puro. Não havia outra explicação para aquele comportamento do animal.

Felizmente, Wando passou a cuidar de Sereno, a partir de então. As imagens falam por si só. Animais sentem. Animais amam. Animais são fiéis.

Fonte: http://www.upsocl.com/

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS