A evolução social requer quebra de paradigmas, desconstrução de conceitos, reordenação de ideias. As visões de mundo necessitam se adequar à própria evolução do mundo em si. É preciso sair do lugar, sair da zona de conforto, entender o que está além de nós, além do que vemos e conhecemos. Preconceitos devem ser extintos. E, para que tudo se mova, é necessário, sobretudo, empatia.

 

Se olharmos para a história, veremos que os avanços mais significativos ocorreram quando atitudes, comportamentos e ideias retrógradas caíram por terra. Quando as pessoas lutaram para que situações injustas e excludentes deixassem de acontecer. Cada marco histórico possui as suas lideranças, que bravamente se dispuseram a enfrentar o “status quo”, dando voz a quem nunca tivera voz para nada.

 

Sempre será necessário lutar por causas que emperram o avanço democrático das sociedades. Por mais que o mundo se desenvolva, ainda lidamos com permanências que devem ser extintas. Preconceito, racismo, homofobia, xenofobia, entre tantos outros comportamentos inaceitáveis, devem estar diariamente na pauta de questões que merecem um olhar urgente da sociedade.

 

 

Hoje, em tempos de internet, felizmente, existem vozes sendo ouvidas e que antes permaneciam no anonimato. Nas redes sociais, várias personalidades levantam questões cruciais e lutam para que os abismos sociais e as injustiças para com as minorias se torne um passado distante. Porém, até mesmo para militar, deve-se ter empatia. Nunca o olhar para o outro pode ser deixado de lado, ou a luta perde o sentido.

 

E, quando assistimos ao BBB, por exemplo, isso fica evidente. Percebemos exatamente quem levanta bandeiras com verdade e quem não. Porque não adianta lutar por aceitação sendo excludente. Não dá para lutar por igualdade, sendo egoísta. Não dá para querer aceitação sendo agressivo. O BBB está nos mostrando que, mesmo que seja o lugar de fala da pessoa, se não houver empatia, o discurso soará vazio.

 

Militar nunca será um ato egoísta, simplesmente porque seus ganhos devem ser coletivos. Levante bandeiras, mas segure o mastro com verdade.

 

Imagem: Reprodução/Globoplay BBB21

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS